19 de mai de 2016

E se o novo padrão fosse almas ao invés de corpos?



Uma vez eu li que quando choramos com facilidade ou por coisas fúteis é sintoma de depressão,
Pois bem, hoje eu chorei escutando uma música ao final de um filme.

Já havia tomado meia garrafa de vinho, e assistido um drama “filme”, com isso cheguei a conclusão que “estou” uma pessoa depressiva!

Sempre escutei as pessoas dizerem que “homem não chora”, lembrando disso penso será que não sou um homem?

Geralmente as pessoas choram por tristeza, então estou triste?

Ao sentir muita dor também choramos, então pode ser dor o meu choro?

Quando perdemos algo que gostamos ou não conseguimos alguma coisa muito importante choramos, creio que perdi algo ou não consegui alguma coisa que desejava, por isso as lágrimas?

Já vi pessoas chorarem de alegria ou de emoção, será que estou emocionado ou é um momento de alegria?

Estou escutando a música “Gravity de John Mayer”, esta música como muitas outras marcou um momento de minha vida, um momento triste infelizmente, toda vez que ouço essa música lembro desse momento, e não choro, mas a alma sente o aprendizado e a lembrança reforça o sentimento, sentimento este que mostra o quanto estou VIVO, o quanto sou gente, o quanto homem sou, que a tristeza chega mas vai em bora, que a dor também passa, que quando perdemos conseguimos juntar os pedaços e conseguimos tudo aquilo que realmente desejamos e que momentos alegres virão e a alegria é contagiante.

Que a música alimenta a alma como o amor aquece o coração!

Somos seres que compartilham, somos seres que unidos somos mais fortes.

Fortes como os dentes de um molusco, assim somos quando nossa mente está ao nosso favor, a força que temos num simples pensar verdadeiro é a força mais extraordinária existente, tenha cuidado com sua mente ela pode criar um universo paralelo em um simples instante.

A força da emoção é tão forte que podemos mudar as marés, alterar a velocidade que a terra gira, aproximar os pólos ou fazer uma águia selvagem pousar em nosso braço.

A fé move montanhas!

Esta fé não é na igreja ou em algo, esta fé é em nós!

Em poder andar sobre as aguas, em flutuar em um campo de trigo, ou pairar sobre um penhasco e contemplar o nascer do Sol.

Chorar ou sorrir, não importa!

Mas entenda e nunca esqueça que somos capazes de realizar qualquer coisa que nossa mente posso imaginar, então antes de pensar em algo, veja se é isso mesmo que deseja, antes de falar pense se é isso mesmo que deseja, antes de desejar algo pense, irei chorar ou sorrir?

Por que chorei ao escutar uma música? Ou porque chorei ao assistir um filme?

Eu chorei porque eu estou gritando por dentro........... Acorde!

A vida está passando na frente dos seus olhos e você está fazendo oque?

Assistido um filme.......... Sozinho!

Dê valor a quem está ao seu lado, antes que você chore sem saber que está chorando pelo vazio, chore de alegria, chore por emoção, não transforme seus heróis em fantasmas, não lute contra a gravidade, emancipe-se da escravidão mental, ninguém além de nós mesmos pode libertar nossa mente.

Não se feche!

Diga “eu te amo”,  e não te conheço ainda, mas eu te amo!

Não por sua beleza, pois sei que es bela,

Não por seu sorriso, pois ele também me alegra,

Te amo por que sei quem você é!

Você é igual a mim e a todos,

Onde você está que não está aqui ao meu lado?

Se hoje eu chorei, foi porque em meu sonho............ eu acordo ao seu lado!

E esse choro não é de tristeza.

Este choro é porque te encontrei e não está aqui para que eu possa te abraçar, para que eu possa te 
escutar, para te proteger, para dizer “está tudo bem” eu estou aqui!

Choro de alegria porque encotrei você no meio desse turbilhão de vidas.
R.M.




“E se o novo padrão fosse almas ao invés de corpos? ”
R.F.




Então eu quero ser sua alma gêmea!