11 de jul de 2011

Cada singular momento...

     Cada singular momento é capaz de ser eternizado, cada vez que perdi a respiração ou aquelas que prendi o ar com toda minha garra, fazem minha vida ser eternizada em minha alma, hoje lembranças se confundem com peças, histórias, contos, mitos, narrações de uma vida que não sei se foi a minha ou alguém que me contou, já vivi tanto que procuro lembrar de um ponto, um lugar, alguém, alguma coisa que mostre a origem.

O contato com um amigo da infância te garante que você realmente existe e tudo isso não passa de lembranças de uma vida, a sua vida!

É bom ter lembranças quanto mais remotas, as mais tolas, qual a sua mais antiga lembrança? Você tem um sonho que lembra há anos? O cheiro trás recordações? Medo? Todos têm é normal.

O que devemos é saber viver e resolver cada um deles e se não souber como fazer, é simples, peça ajuda.
     Achar que somos suficientes é uma tolice, às vezes demoramos em perceber, mas essa certeza chegará para todos e não adianta você tentar dizer isso, cada um tem o seu tempo, se o seu tempo não for igual ao meu, então paciência, vamos nos abraçar e seguir nossas vidas.

     Meus erros são tantos que me impedem em perceber o quanto estou errado, mas a auto-preservação e a minha dignidade vestida na moral dos meus preceitos me negam continuar a regar esta que se tornou uma ilusão, pois um sonho de um homem só, quando o nós só existia em um, o sonho volta a ser sonho, pois só é real se sonhado por dois.

     Sempre nos perguntamos, será que valeu a pena? Agora eu pergunto, alguma vez você se perguntou antes de fazer algo, será que depois eu vou dizer que valeu a pena? Pois é, eu dificilmente me questiono antes de fazer algo que acredito ser bom no momento, quando que iremos pensar antes de comer um pudim maravilhoso ou aquela picanha suculenta, se depois de passar aqueles momentos maravilhosos de prazer no paladar, se iremos ou não ter uma dor de barriga, uma má digestão, não neh!

     Ninguém pensa antes de mergulhar numa praia de águas cristalinas e quentes se mais tarde o ouvido vai ou não doer? A não vou ter um filho! Já sei que vai ter noites que não vou dormir e já sei que ele vai me incomodar um dia! Não vou mais namorar, nem casar, pois já sei que um dia posso me decepcionar! Não vou comprar um carro, sei que um dia ele pode me deixar na mão! Já pensou que se fossemos analisar todas as possíveis reações de cada ação nossa, seria inviável, ou não faríamos mais nada, pois praticamente tudo tem 50% de chances positivas e 50% negativas, então assim é melhor a gente viver, viver bem e fazer tudo aquilo que desejamos, se é certo ou errado, se um dia você irá se arrepender, se outra escolha teria sido melhor, deixe isso para saber na hora, e sim se você se arrepender de algo, simplesmente aprenda, aprenda e não cometa o mesmo erro, afinal errar é humano e algumas vezes persistir chega ser desumano. J

R.M.

2 comentários:

  1. Que bom que eu vim aqui ler o que você escreveu, amei , me fez bem...obrigada pela leitura, abraçod do Brasil/ Mery

    ResponderExcluir
  2. Bem, nas palavras de Thomas A. Edison (1847-1931)

    Para a maioria das pessoas as experiências são como as luzes de popa de um barco, que só iluminam o caminho que ficou para trás.

    E conforme Robert Green Ingersol (1833 - 1899)

    Na natureza não existem prêmios nem castigos, há apenas conseqüências.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!