15 de fev de 2015

envergo, mas não quebro!



como os galhos ao vento, eu me envergo!
a vida dá golpes fortes, alguns até te dobram tanto que acreditamos que iremos quebrar, mas ai vem tudo que somos e percebemos que é apenas mais um vento forte!
envergo, mas não quebro.

R.M.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!