19 de ago de 2016

CHOVE LÁ FORA E AQUI....


ouço a chuva caindo
das nuvens ao telhado
do telhado ao piso ...
do piso à terra
sinto o cheiro da terra molhada
sinto o aroma do café recém coado
sinto o tempo desperdiçado
tempo que dedicamos a palavras perdidas
diferente da chuva na terra que se esvai mas não se perde,
alimenta.
palavras que não se agarram a fatos
simplesmente se perdem por ausência de atos
não conjugue um verbo se não o entende
alguns conceitos foram criados para nos educar
os caminhos para nos guiar.
as escolhas!
simplesmente nosso maior poder
e eu escolho ser diferente,
minhas palavras moldam meu caráter
hoje escolho dar o valor
valor que ganhamos
sem drama sem meias palavras sem rancor
apenas a importância de quem sou
sou muito sou tudo sou inteiro
não sei ser meio ou duvidoso
sou como a chuva
se não te alimento
não me perco
chove lá fora e aqui,
espero pelo sol

R.M.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!