7 de mai de 2011

Nào tenho presa para terminar



Não tenho presa para terminar
Apenas quero começar logo
Não tenho tempo para perder

Não tenho tempo para sofrer
Ser feliz me consome demais
Olhe pra frente não olhe pra trás

Mais um dia em busca
De este ócio trocar por suor
A liberdade de ter para onde voltar
É diferente de estar
Onde não pode ficar

Respiramos o mesmo ar
Mas os passos que me levam
são escolhas  feitas
os meus caminhos.

R.M.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!